Beatrice, com certeza!

 

 

Hoje venho falar-vos de uma marca Portuguesa bem especial: A Beatrice.
Sweats Portuguesas minimais, com um hashtag que todos deviam trazer ao peito: #moimeme (moi même), que significa eu próprio/-ia, eu mesmo/-ma. O bordado é nada mais, nada menos, que uma tatuagem que a Beatriz (Fundadora da Marca), tem tatuada no pulso, com a caligrafia da avó. Derreti-me toda com esta história! Como diz a Beatriz (e muito bem), são ‘Sweats à flor da pele’.

Citando a Beatriz (porque não podia estar mais de acordo):
“Vivemos para ser vistos. E acho que muitas vezes nos esquecemos que sermos 
nós próprios é um estado que é intransmissível através das redes e essencial para estarmos bem individualmente e com os outros. Digamos que procuro relembrar a importância que temos, bem como excluir as diferenças.”

Vamos vestir esta pele de sermos nós mesmos.
Partilhemos juntos.

 

 

Como surgiu a marca Beatrice?
Enquanto marca, a Beatrice é uma extensão daquilo que sou enquanto Beatriz. Desde sempre estive ligada ao mundo da moda e lifestyle e quis ter algo meu que representasse essa minha paixão. 
Com esta linha de Sweats, simples e muito descontraída, quero reflectir a pessoa que considero ser.
E há um detalhe muito especial: embora seja uma expressão já muito usada, ‘moi même’ para mim é a representação de tudo aquilo que sou.

“Escolhi a caligrafia da minha avó para que fosse a minha primeira tatuagem.”

Ficará para sempre comigo, bem como os valores que a minha avó me passou e fez de mim aquilo que sou hoje. Nenhuma das cores escolhidas para as sweats foi ao acaso, procurei ir pelas cores com que mais me identifico, e as sweats que têm a aplicação do tule nas mangas são uma homenagem à bailarina que fui e que ainda vive em mim. Por estas razões, gosto de lhes chamar ‘Sweats à flor da pele’.

 

 

Qual é o seu conceito?
Como disse anteriormente, para além de ser uma extensão de mim mesma, procuro com esta marca saber mais de quem são as pessoas que vestem as minhas peças. No caso da expressão ‘moi même’, o que procuro é que TODOS, independentemente do género, crença, raça, estatuto, se sentissem bem ao vesti-la e abraçassem esta expressão tão especial para mim. Quero que me contem quem são e o que faz deles tão especiais e únicos.

“moimême é um dos # que uso no instagram, há já muito tempo.”

O facto de bordar esse mesmo #, em vez da tatuagem na sua versão original, não é inocente. Prende-se com a nossa actualidade. Hoje em dia, ninguém existe sem as redes sociais e a personagem que criam para sobreviver nas mesmas. 

“Vivemos para ser vistos. E acho que muitas vezes nos esquecemos que sermos nós próprios é um estado que é intransmissível através das redes e essencial para estarmos bem individualmente e com os outros. Digamos que procuro relembrar da importância que temos, bem como excluir as diferenças.”

A ideia é continuar a criar peças com outras palavras que já tenho tatuadas, uma vez que as consigo relacionar com esta ideia de amor-próprio e com a sociedade actual.

 Como se pode proceder a uma encomenda?
A maioria das Sweats vendidas é feita por encomenda, isto porque a Beatrice dá a oportunidade de personalização das suas peças. É possível escolher, dentro das quatro cores existentes, qual a cor e tamanho do logo que pretendemos, bem como a aplicação das mangas de tule.

Estas encomendas podem ser feitas através do Instagram (www.instagram.com/bbeatricebrand) e Facebook
(www.facebook.com/bbeatricebrand) da Marca, ou nas lojas físicas.

Há alguma loja física onde se possa comprar as peças?
Neste momento já é possível comprar as Sweats Beatrice nas lojas Maria Arruda, em Arruda dos Vinhos (https://www.instagram.com/mariaarrudal51/) e na Brand Studio, no Chiado (https://www.instagram.com/brandstudiolab/).

A Beatrice numa palavra?
Autêntica. 

Agora uma questão: o que faz de ti #moimême?

 

1 Comentários

  • Publicado 12/03/2019
    por Mariana M.

    Foi um gosto fotografar esta peça com uma história linda por trás! ❤️ O que faz de mim #moimeme é ver sempre o lado positivo das coisas, e sempre com um sorriso no rosto.

Responder a Mariana M. Cancelar resposta